terça-feira, 14 de setembro de 2010

Talvez seja sempre assim. A gente ama, sofre, chora... e recomeça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário