quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Engole

A sinceridade é como uma rua de duas mãos: útil, mas perigosa. E talvez depois de todos esses anos eu tenha aprendido que, às vezes, ela não traz muitos benefícios. Pelo contrário.
Ser sincera consigo mesmo é essencial. Mas não é obrigação de ninguém engolir esse sentimento estranho e egoísta que é só teu.
É só seu, engole. Ninguém tem nada a ver com isso. O sentimento é seu, o problema é seu. Assim como o ciúme.
Ninguém tem que lidar com ele além de você. Ele é seu, se vira.
Não é você quem tem? Então aguenta.
E aprende a guardas as coisas só pra você. As suas coisas são suas.
Engole.


''I've tried so hard to tell myself that you're gone. But though you're still with me, I've been alone all along. ''

Nenhum comentário:

Postar um comentário