sexta-feira, 20 de agosto de 2010

A maior ofensa

Venho pensando em uma maneira de te escrever a minha indignação. A minha decepção. Penso, penso, penso, relembro, penso mais, relembro. E nada.
Nada me vem a cabeça. Nada que seja a altura do que você fez, do que me fez sentir. Nada expressa toda a repulsa que sinto agora.
E eu, que sempre sei me expressar, sempre acabo com você nas discussões, tentando achar um modo de te magoar, de te pesar a consciência, de te fazer pensar.
Finalmente achei.
Não escrever. Eu, que sempre escrevo sobre as coisas que ME IMPORTAM, não vou escrever um texto enorme sobre confiança e chateação pra você.
Taí a minha ofensa. Não escrever.
Sinta-se muito, mas muito, ofendido por mim.

Um comentário:

  1. NOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO auahuahuahauhauhuahuahua vomito oque eu penso e queria falar hauahuah! NATHY ;*

    ResponderExcluir