sábado, 28 de agosto de 2010

...

Gostaria de poder escrever aqui como me sinto feliz agora. Gostaria também de poder escrever tudo que sinto como sempre faço.
Mas não estou feliz, e os sentimentos em mim agora são tão confusos que não consigo decifrá-los.
Sempre fui dona da verdade, andei com a cabeça erguida defendendo o que acredito como se não houvesse a mínima possibilidade de eu estar errada, e será que agora vou ter que engolir minhas crenças e admitir que estive errada?
Talvez seja necessário essas situações extremas para sabermos quando acertamos ou erramos.
Então,
Ne desculpe por ter defendido coisas em que não acredito mais.
Me desculpe por estar cobrando o que eu daria, mas que não é recíproco.
Me desculpe por me chatear por não conseguir aceitar como somos diferentes.
Me desculpe por ter essa necessidade enorme de não conseguir ficar sozinha.
E sinto muito por não ter ninguém que possa ficar comigo agora.
Sinto muito mesmo, por ter comprovado hoje que o pior sentimento que se possa ter é o da solidão.

'I'm alone, on my own... '

Um comentário:

  1. Olá!
    As vezes não conseguimos dizer tudo, e esse tudo torna-se em um nó na garganta. Ao ler essas linhas, o nó se desfez em lágrimas, e depois virou um sorriso. As vezes sentir muito é o suficiente. Obrigada por ter registrado esses pedido de desculpa, que eu dirigi a mim mesma!rsrs

    ResponderExcluir