terça-feira, 29 de junho de 2010

Escolhas

Engraçado como tudo parece mais escuro.
Sem graça.Triste.
Acho que a sensação sempre vai ser essa quando a gente quer falar alguma coisa que não pode. Ou que falou, mas de um modo que não deu a entender que realmente sentia aquilo.
Pior que essa sensação, é aquela que te convence a não falar, porque mesmo se falar, não vai fazer diferença nenhuma.
Em que mundo um sentimento pode não fazer diferença? Óbvio que no meu não é assim.
Mas ainda assim a vida é feita de escolhas, e quando não escolhem a gente, fica essa sensação. Aquela que eu falei no começo do texto, sobre ser escuro... Só que pior.
E não há cor que exista que seja capaz de fazer desse mundo mais colorido.
Porque quando não somos escolhidos, ficamos de luto. Sofremos, choramos.
E nos enganamos.
Queremos jurar pra todos, e até pra nos mesmos, que tudo bem, que passa... Que a vida é assim mesmo e que uma hora alguém vai nos escolher.
Até que a gente cai na real, acorda. Seja lá qual situação te trouxe de volta a realidade. Mas a que me trouxe não foi legal.
Eu não to legal. Eu não fui escolhida. E não vou ser. Não importa o quanto eu pedir ou tentar ou implorar.
É esse o problema com as escolhas. Você pode escolher por você.
E por ninguém mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário